Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Assessoria de Imprensa

Com a chegada do inverno, as pessoas ficam mais sensíveis no que se refere à transmissão das doenças respiratórias, que agravam o quadro de resfriados e gripes. Por isso, a seção Prevenção e Saúde aborda esses tipos de enfermidades mais frequentes, nessa estação do ano marcada por ser fria e seca


As doenças respiratórias se espalham com maior facilidade, já que é nessa ocasião que as pessoas permanecem por mais tempo em ambientes fechados, facilitando a proliferação de micro-organismos. Tosse, espirros, nariz entupido e mal-estar são alguns dos sintomas que acompanham esses casos, afetando principalmente crianças e idosos, por terem um sistema imune mais frágil.

Além disso, a mudança de clima piora a situação para as doenças respiratórias crônicas, como asma, bronquite e rinite. Algumas atitudes simples são capazes de evitar o desencadeamento das doenças respiratórias.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que mais de um bilhão de pessoas no mundo são afetadas por doenças respiratórias crônicas ou agudas, destacando a rinite como a enfermidade de maior incidência, atingindo cerca de 20 a 25% da população em geral.

Clique aqui para assistir o vídeo sobre doenças respiratórias na seção Prevenção e Saúde.


Adicionar comentário

Código de segurança

Atualizar

Facebook


Twitter

 

Youtube